28 de dez de 2009

Lançamento 2010

Bom, tinha falado em último post de 2009, mas não poderia deixar de divulgar em 1ª mão, com absoluta exclusividade e por que não dizer antes de todo mundo[?], o lançamento do CD do DJ Erich Soares, para quem não manjou, é ele mesmo nosso colega bolsista, o da Gaby, cunhado do Pedro.

Agora sim ao produto:

Trata-se de uma seleção com os melhores Zouks da atualidade; acervo e mixagem do próprio Erich.

Ótimo para quem vai curtir os bailes de final de ano renovar o playlist para a temporada 2010, com os melhores remixes da atualidade.

O nome do album é Flames. Você pode adquiri-lo entrando em contato com o DJ através do erich.phoenix@hotmail.com ou (11) 9477-9423

Se você também tem jabá fale conosco!

Lançamento

20 de dez de 2009

Rolou em 2009

Encerrada a agenda de 2009 da equipe, podemos, finalmente parar para relembrar os grandes momentos deste ano dedicado a memória de Ivan Ribeiro, e encerrado com o clááááááássssico dos clássicos, mais uma vez em Itupeva, jogo dos Cum Camisa contra os Sem Camisa(para a tristeza da torcida feminina).


Vieram mudanças, nos últimos 12 meses, apesar da divergência de letras iniciais Roberto Motta é o Senhor DB, os Novos Campeões do segundo campeonato Interacto de Dança foram curtir o legendario Costão do Santinho e por pouco não tivemos o I copa forró manchado com o sangue daquele infeliz individuo.


Entre todos estes momentos, especial destaque, para o baile de aniversário da Interacto, um dos mais bem sucedidos do ano. Além dos históricos oito anos de escola tivemos a inclusão do passarinho deficiente das asas, exemplo de que a dança realmente eleva a alma(Era essa a frase?!?!?!rs).


Para quem não soube, houveram algumas tentativas de retorno do Interactitude, aliás, nossos agradecimentos à garota Playracto, o material ficou muito bom, pena não podermos divulgar . E claro que não poderia deixar de dar os agradecimentos especiais a todos aqueles que contribuem com o projeto atual, Leila Correa(Nossa Blogger oficial), Diego Gomes e Celso Queiroz (Fotos e acervo), Mônica Baptista e Mariana Dids(Entrevistas) e este humilde colunista.


Não podemos deixar de parabenizar o nosso querido Jonas pela formatura, que aliás foi um dos pontos mais altos deste ano, com direito a coreografia, discurso e parabéns a você (?).


Um dos momentos mais memoráveis de 2009, veio no segundo semestre, com a visita ao Orfanato e o almoço de domingo da equipe com filme do Patch Adams, aliás, essa não foi a única sessão do ano, tivemos sessão de cinema com alguns drinks meio do mal, como não poderia deixar de ser e show de talentos com o comovente discurso "Direito ao foda-se", com o Severino que se revelou um dos grandes oradores da atual equipe.



Tivemos ainda a viagem para Campos do Jordão, o Show do Arleno Farias, na volta, viagem para Serra Negra, com direito a princípio de incêndio e tudo mais. Entre tantos outros eventos importantes, é bom lembrar que o ano não se resume a estes momentos todos, eles apenas são tão importantes, justamente, porque vale apena relembra-los e querer mais é claro.


Pois é, o ano acabou e ficam registrados os votos equipe Interactitude por um Feliz Natal, Ano novo, Carnaval, Páscoa, Aniversário, Corpus Christi, Independência, Dia das Crianças, Finados, Proclamação da República e Natal de novo.





Beijos e Abraços

Até 2010 gente!

15 de dez de 2009

Dançarinos da Alegria


A Interacto está promovendo a campanha – "Dançarinos da Alegria". Essa campanha tem o intuito de arrecadar brinquedos para serem doados a crianças carentes neste natal.

Na recepção está localizada uma caixa logo abaixo da árvore de Natal. Basta um brinquedo apenas para fazer uma criança sorrir. Por mais simples que seja o brinquedo, o que vale é a intenção de fazer do Natal de crianças carentes, um Feliz Natal.

Os brinquedos podem ser entregues até sábado (19/12) que é o último dia de aula da academia.


E ai pessoal, vamos contribuir?

1 de dez de 2009

Entrevista - Jonas Lopes



Nosso primeiro entrevistado do blog foi o mais novo instrutor da Interacto - Jonas Lopes.

Jonas fala sobre sua trajetória na dança de salão, expectativas com as carreiras de professor e dançarino, descarta a crise dos dois anos e meio, chegou a falar em da "Zuka que funcionava" e da que ela tem feito na equipe atual, e um pouco dos projetos pessoais e profissionais.


Int: Muito se falou em uma tal crise de desmotivação "dos dois anos e meio" você teve sua ascensão justamente após dois anos e meio, como você explica?

Jon: Sempre tive foco, busquei fazer algo ligado a dança. Confesso que entrei na Interacto achando que seria professor em seis meses, rs. Sempre quis ser professor, sou apaixonado pela dança. Busquei o meu objetivo sempre me dedicando ao máximo, e com isso fui crescendo.


Int: Como, quando e onde você se interessou pela Dança de Salão como uma possível profissão?


Jon: Comecei numa escola estadual - Zuleika de Barros Martins Ferreira - e desde lá eu já era um "bom bolsista", fazia todas as aulas possíveis e me dedicava ao máximo, absorvendo toda a informação que conseguisse. Daí me apaixonei.


Int: Já tinha tido outro contato com a Dança ?


Jon: Minha vida sempre teve dança, na minha família sempre levávamos a dança conosco, e quando pequeno acompanhava minha mãe nos bailes de samba-rock e nostalgia.


Int: Como você chegou finalmente chegou a Interacto?


Jon: Foi por indicação de uma amiga que fazia dança comigo lá no Zuleika, na verdade ela estava comentando que ia fazer a audição para bolsistas aqui, eu pesquisei na internet, acabei ligando no Jaime Campo Belo, continuei pesquisando até que consegui o telefone certo, liguei e vim para fazer a audição, onde passei e aqui estou até hoje.


Int: Você também teve aquela famosa primeira reunião com o Ivan? Qual foi a sua impressão?

Jon: Sim, também tive. E sinceramente depois dela quase não voltei!(risos) Confesso que foi a única vez que senti vontade de desistir, mas a vontade de voltar e provar o contrário de tudo que foi dito foi maior e então eu continuei firme. Essa reunião é a maior prova de resistência, eu acredito que depois que você tem coragem de voltar e encarar de frente todas as provações que te apresentaram o resto é fichinha.


Int: Como você se sente quando a "cúpula" te aponta como um "ponto de referência"?


Jon: Não gosto muito desta história de ponto de referência, acredito que cada um tem que ser seu próprio ponto de referência, seguindo seus princípios e respeitando seus limites.


Int: Você sente falta da equipe que estava aqui quando você chegou?


Jon: Sinto muita falta da equipe antiga! Era uma equipe forte, unida, tinha a Zuka presente, mas era uma Zuka que funcionava. Equipe que fazia acontecer, que sempre comparecia, nas viagens, nos bailes, nos eventos de equipe e tudo mais.


Int: O que falta para a equipe atual chegar novamente ao bom momento de anos atrás?


Jon: O que falta pra equipe atual é a chama de buscar, a vontade de crescer, a equipe está voltando a ter a mesma força e união de antes, mas ainda falta um pouco de espírito de equipe e integração e eu digo isso não só entre os bolsistas, mas entre a equipe como um todo (professores, bolsistas e funcionários), onde todos estão juntos, todo mundo misturado na mesma panela! Precisamos resgatar aquela gana de conquistar.

Int: Mudando um pouco de assunto, considerando que você dá aula de vários ritmos qual deles você apontaria como seu predileto?

Jon: Não tenho exatamente um ritmo preferido definido, fico entre a Salsa e o Samba, adoro estudar a dança em si, independente do ritmo. O que eu não gosto mesmo é de forró, eu falo desse forró tipo universitário, não gosto de dançar, mas é um dos que eu mais gosto de ensinar! Para dançar forró tem que ser um bem pauleira, daí eu gosto! (risos)


Int: O que você acha do trabalho de Personal Dancer, parece um bom segmento?

Jon: Eu particularmente não gosto de fazer personal e não o faço, não me agrada, me sinto preso, como se tivesse alguém que fosse meu dono, odeio fazer qualquer coisa e principalmente dançar obrigado. Não gostaria de viver de personal, mas a idéia de chás dançantes já me agrada um pouco mais, pois eu tenho a liberdade de dançar com mais de uma pessoa, me divertindo de formas diferentes!

Int: Como você se vê daqui a cinco anos?

Jon: Não me vejo daqui a cinco anos, exceto quando se trata da faculdade, onde estarei formado! Meu objetivo no momento é fazer o meu melhor aqui, mas sou muito inconstante, posso dar como exemplo que antes de entrar para a Interacto eu queria ser médico veterinário e estava me preparando para isso! Gosto de viver o presente e fazer com que seja o melhor possível!

Int: Você se interessa por outros caminhos da Educação Física?

Jon: Sim, tenho alguns projetos pessoais ligados à dança e a outros ramos de educação física, como por exemplo as aulas em escolas regulares, gosto desse tipo de aula.