23 de mai de 2010

Artigo - Lenda Pessoal

Trecho do livro "O Alquimista" de Paulo Coelho.


" - Sou o Rei de Salém - dissera o velho.

- Por que um rei conversa com um pastor? - perguntou o rapaz envergonhado e admiradissímo.

- Existem varias razões. Mas vamos dizer que a mais importante é que você tem sido capaz de cumprir sua Lenda Pessoal.

-O rapaz não sabia o que era lenda pessoal.

- É aquilo que você sempre desejou. Todas as pessoas, no começo da juventude, sabem qual é a sua lenda pessoal.

- [...]

- São as forças que parecem ruins, mas na verdade estão ensinando a você como realizar sua lenda pessoal. Estão preparando seu espirito e sua vontade, porque existe uma grande verdade neste planeta: seja você quem for e o que faça, quando de verdade quer com vontade alguma coisa, é porque este desejo nasceu na alma do universo. É sua missão na Terra.

- Mesmo que seja apenas viajar? Ou casar com a filha do comerciante de tecidos?

- Ou buscar um tesouro. A alma do mundo é alimentada pela felicidade das pessoas. Ou pela infelicidade, inveja e ciúmes. Cumprir sua lenda pessoal é a única obrigação dos homens . Tudo é uma coisa só.

- E quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize seu desejo."



REFLEXÃO

Admira-me encontrar escrito por um autor tão importante em nossa literatura pensamentos que em algum momento fizeram parte de nossas primeiras e tão inocentes reflexões. Quando pequenos nos passam oportunos desejos para quando eu crescer... Claro que muitos destes são nítidas influências de pessoas próximas ou outros vínculos, mas por alguma razão podem estar ligados à nossa Lenda Pessoal!

Crescemos então, e estas influências tornam-se cada vez mais constantes, mas dentro de cada um sempre lateja um desejo maior, é neste momento que realizamos nossas maiores escolhas! Confundimo-nos, perguntamos e muitas vezes até choramos muito até decidir qual caminho trilhar. Muitas coisas e pessoas são deixadas para trás, novos caminhos são tomados, novas janelas são abertas e é preciso, então, ter discernimento e coragem para abrir a porta. É quando tudo o que deixamos para trás nos dá saudade e parece nos pesar na memória e quando de verdade precisamos nos ouvir, precisamos encarar nossos medos e preconceitos, ambicionar e ainda enxergar o que nos dá prazer sem perder o rumo, almejando manter os ouvidos abertos às aclamações de nosso coração.

Muitas cobranças são feitas, muitas frustrações são sentidas muita vontade de, mais uma vez, deixar tudo para trás é reconhecida, mas aí o universo espirra em nossos corações o gostinho de esperança e resolvemos continuar. Nesta empreitada acabamos por agregar conhecimentos e construir um pequeno império de derrotas e vivências magistrais. Notamos, numa breve reflexão, que somos realmente felizes por termos reaprendido a ouvir o sussurrar continuo de nosso coração e o latejar altamente potente do mesmo, quando as nossas escolhas por segundos fugiram de nossa Lenda Pessoal. Aprender a ouvi-lo é a chave para a conquista de seu império, a senha mestra para o portal de sua motivação e realização pessoal!

Aproveitemos, pois, para nos ouvir, para sentir o sussurro ou o grito de nosso inconsciente. Viver e viver feliz forma um paradoxo, não devemos temer tornar a vida um oceano de prazeres, degustando-a calmamente.

Ouça-te, viva-te, é sua única missão.

(Natálie Montes)


Um comentário:

  1. "E não há tempo que volte, amor... Vamos viver tudo o que há pra viver...Vamos nos permitir...."
    BeiJú

    ResponderExcluir